Características do uso de cebolas para pancreatite

Cebolas são bem conhecidas por suas propriedades benéficas. É difícil imaginar os pratos da cozinha russa sem o seu uso - este vegetal tem sido usado por muitos séculos e elimina muitas doenças. Mas qual a melhor forma de usá-lo para pancreatite? Afinal, quem sofre desta doença deve acompanhar atentamente a dieta e não ingerir alimentos proibidos para não causar exacerbação da doença.

Fase de Pancreatite Aguda

A maioria das pessoas acredita que as cebolas com pancreatite são estritamente proibidas - o vegetal tem não apenas um gosto específico de picante, mas é digerido pelo corpo por um longo tempo. Quando a inflamação do pâncreas, este processo diminui, respectivamente, o muco é muito sensível e facilmente suscetível à irritação.

De fato, o aroma específico e o sabor característico são devidos à presença de óleos essenciais e glicosídeos na composição da planta. Se o paciente experimenta dor, está passando por um estágio agudo da doença, então o uso de cebola é contra-indicado para ele. Existem várias razões para isso:

  • Os óleos essenciais estimulam a produção de enzimas, resultando na quebra do tecido glandular, em vez da síntese protéica. Este processo tem um efeito negativo no estado e no trabalho do pâncreas,
  • A fibra dietética contida na cebola aumenta o peristaltismo intestinal, que é acompanhado por constipação, aumento do inchaço, diarréia, cólicas e outros distúrbios gastrintestinais,
  • os ácidos ascórbico, málico e cítrico aumentam a secreção pancreática.

Os médicos recomendam pré-fervura ou assar o vegetal, mas mesmo desta forma, você deve consultar o seu médico e descobrir se deve comer cebola ou se deve abster-se.

Cebolinha

Período de primavera-verão, quando o corpo é armazenado com frutas e vegetais frescos, é um pecado não adicionar a cebolinha verde à salada. As propriedades curativas que se acumulam no corpo protegem-no do frio e de outras doenças durante o próximo outono e inverno. No entanto, com a pancreatite, as cebolinhas são usadas da mesma forma que a bolbo fresco - com muito cuidado e com moderação.

Na fase aguda, é completamente excluído da dieta, e no estágio de remissão é permitido adicionar uma ou duas penas à salada. Também é permitido usá-lo para recheios de tortas, em carnes e outros pratos. Há uma tabela especial onde a taxa de cebola para pacientes com pancreatite é pintada. É necessário aderir a ele, e é melhor consultar-se com o doutor, tendo especificado a tarifa de consumo pessoal.

Essa variedade de cebola é adicionada à dieta apenas quando o paciente não é perturbado por nada. A presença de ácidos e substâncias agressivas que podem causar deterioração da condição, é a causa das contra-indicações. No entanto, os benefícios do alho-poró são mais do que danos, portanto, no estágio de remissão, pode ser facilmente adicionado a sopas e purê de batatas.

Quando as cebolas não podem fazer?

A pancreatite é uma doença complexa que requer tratamento a longo prazo e atento. Na maioria dos casos, o vegetal deve ser permanentemente excluído da dieta, mas há casos em que é vital. Estamos falando de pacientes que, no contexto da inflamação do pâncreas, perderam insulina e enzimas alimentares.

Graças à glucinina contida na planta, o processo é normalizado - esta substância é responsável pela diminuição da glicose no sangue. Além disso, o arco ajuda a resolver os problemas associados característicos dos pacientes:

  • Numerosos estudos confirmam que as cebolas têm propriedades antimicrobianas e antifúngicas. Graças a eles, o corpo efetivamente resiste aos vírus no período de outono-inverno, o que ajuda a proteger contra a gripe e o ARVI. Contra o fundo de doenças crônicas, incluindo pancreatite, a imunidade cai, portanto, o uso de cebola é completamente melhor não excluir. Só quando há agravamento,
  • a celulose proporciona melhora do sistema digestivo, no qual os pacientes com pancreatite muitas vezes falham,
  • A quercetina destrói e também impede a formação de células cancerígenas,
  • potássio nutre o miocárdio, eliminando doenças cardíacas,
  • as cebolas promovem um sono longo e de qualidade,
  • a presença de antioxidantes melhora a saúde geral,
  • A planta tem um efeito benéfico sobre a função sexual do corpo, aumentando a potência masculina.

Cebolas, é claro, devem estar presentes na dieta de cada pessoa. No entanto, você deve sempre medir os benefícios ea necessidade - durante o curso agudo da pancreatite, você deve reduzir o consumo de vegetais, e fresco é só depois de consultar um médico, prestando atenção à sua saúde.

Valor nutricional das cebolas

Uma das vantagens importantes de comer bulbos em comida é a sua ação anti-séptica e bactericida. Tem mais de duzentas variedades e cada uma tem suas próprias diferenças individuais. Portanto, os nutricionistas são recomendados a usar em alimentos vários tipos de produtos para obter a quantidade máxima dos componentes necessários.

As principais propriedades úteis podem ser divididas nos seguintes tipos:

  1. Cebolas, seu suco é considerado um antibiótico natural. Ele com sucesso lida com patógenos da angina, mata estreptococos, varas varas intestinais. Um alto teor de vitamina C estimula as funções de proteção do corpo.
  2. Cebolinha restaura a pele uniforme, elimina manchas e sardas.
  3. Suco de cebola usado como um afrodisíaco. Este é o método mais barato para aumentar a potência e estimular a síntese da ejaculação. No antigo Egito, o suco era considerado "almíscar" para os pobres e, na Idade Média, era proibido nos mosteiros. Ativa o metabolismo metabólico, estimula a renovação do sangue, remove o excesso de água do corpo e melhora a digestão. Além disso, o produto resiste ao câncer.
  4. Alho-poró limpa sangue bemportanto, é utilizado com sucesso na prevenção de fenômenos ateroscleróticos.
  5. Shallot é famoso Como um bom agente anti-inflamatório, é também uma boa ferramenta para a prevenção de cancros devido ao alto conteúdo de flavanóis.
  6. Cebola vermelha cheio de antioxidantes e antocianinas, que estimulam o corpo a combater várias inflamações e infecções. O uso deste tipo de produto na alimentação impede o desenvolvimento de diabetes, patologias nervosas e formações oncológicas. Também é usado com sucesso em vários métodos para perda de peso, para combater a deficiência de vitaminas e no tratamento de praticamente todo o corpo humano.
  7. Batun É considerado um bom meio de limpeza do corpo, contém também uma grande quantidade de vitamina C.

O uso de cebola na nutrição contribui para a ativação do sistema digestivo e estimulação do pâncreas, o que é inaceitável no período agudo da pancreatite.

Ajuda! Cebolas contêm muitos óleos essenciais e fibras grossas, bem como ácidos, que ativam todo o sistema digestivo. Isso pode levar a uma exacerbação da doença.

Uso na pancreatite aguda

Período de exacerbação requer que o paciente passe fome para reduzir a secreção do pâncreas e reduzir os processos inflamatórios no corpo.

A restauração da dieta começa com alimentos que são rapidamente digeridos e facilmente digeridos, sem pressionar o pâncreas.

Porque as cebolas têm um efeito estimulante em todo o sistema digestivo., a questão é se deve ou não comer cebolas não vale a pena. Para o curso agudo da doença, é proibido na dieta, tanto fresca como após cozimento térmico. Na maioria das vezes, após seu uso, manifesta-se manifestações dispépticas - náusea, dor, diarréia, que agravam a condição do paciente.

Cebolas contêm os seguintes componentes:

  • óleo essencial, ativando a síntese de enzimas,
  • fibras grossas que estimulam a motilidade intestinal ativa, levando a flatulência e cólicas,
  • vários ácidos que provocam a secreção gástrica e pancreática.

É importante! O tratamento térmico reduz o conteúdo dessas substâncias, mas seu número permanece alto para uma inflamação enfraquecida da glândula, portanto é proibido comer cebolas durante o período de exacerbação.

Uso crônico

A pancreatite em estado de remissão aumenta um pouco o fornecimento de energia do paciente. Esta fase é permitida para gradualmente tentar introduzir produtos da lista proibida condicionalmente, que inclui cebolas. Este produto é obrigado a submeter-se a tratamento térmico obrigatório, uma vez que as cebolas frescas são proibidas, mesmo durante os períodos de remissão da pancreatite.

Se o médico não revelar quaisquer proibições, é possível cebolas cozidas com pancreatite? Sim, eles começam a adicioná-lo em pequenas quantidades a vários pratos como suplemento e monitoram de perto o estado do paciente. Nos primeiros sinais de deterioração, você deve cancelar o novo produto:

  1. Cebolas cozidas têm uma textura muito macia e sabor delicado, sem excessiva nitidez e amargor, mas, ao mesmo tempo, perdem um mínimo de propriedades úteis. Após este tratamento, o produto não irrita a membrana mucosa do sistema alimentar. Usado em pequenas quantidades.
  2. Cebolas cozidas no processo de cozimento perde óleos essenciais, mas mantém todas as outras propriedades úteis. Este produto tem um efeito benéfico sobre os níveis de glicose no sangue, e a presença de enxofre ajuda a produzir insulina e normalizar a síntese de enzimas no pâncreas.

Se o médico assistente não proibir o uso do produto na comida do paciente, Você pode usá-lo em pequena quantidade somente após o tratamento térmico. É geralmente usado em combinação com outros vegetais, o que complementa o prato com várias substâncias benéficas.

É importante! A cebola é um produto muito útil, mas seu uso para pacientes com pancreatite é estritamente limitado.

Componentes do produto têm um efeito estimulante sobre o pâncreas, o que pode causar uma exacerbação da doença. Portanto, na fase aguda da doença, não é utilizado, com remissão prolongada, você pode adicionar um pouco à dieta. A dose diária do paciente não é mais do que a metade do bulbo médio.